Caixa Cultural apresenta Afrofuturismo: Cinema e Música em uma Diáspora Intergaláctica
Terra





Afronautas
(AFRONAUTS)

Afronautas

Frances Bodomo

(14 min., 2014, EUA, Livre, Digital)

Em 16 de julho de 1969, os EUA se preparam para lançar a Apollo 11. A milhares de quilômetros de distância, a Academia Espacial de Zâmbia espera chegar à lua antes dos estadunidenses. O filme é inspirado em fatos reais.





Beatitude

Beatitude

Délio Freire

(15 min., 2015, Brasil, Livre, Digital)

A jovem Anastácia, uma das mulheres responsáveis pela confecção de panelas de barro em Goiabeiras (Vitória/ES), é vista pelo orixá Ajalá. Os dois apaixonam-se. O romance dos dois vai causar a alegria em uns deuses e a ira em outros. Esse amor perfeito irá resultar numa comunhão divina entre homens e deuses, mostrando que todo homem e toda mulher é uma divindade através da realização de seu trabalho no dia a dia.





alt=
(THE ORCHID)

Orquídea

Samuel R. Delany

(32 min., 1971, EUA, 18 anos, DVD)

Um curta experimental dirigido pelo famoso autor de ficção científica Samuel R. Delany. É o único filme dirigido pelo escritor.





Oyá: A ascensão dos superorixás
(OYA: RISE OF THE SUPORISHAS)

Oyá: A ascensão dos superorixás

Nosa Igbinedion

(12 min., 2014, Nigéria, Livre, Digital)

Uma aventura mística conta a história de uma jovem mulher, Adesuwa, que se transforma em uma deusa guerreira e temível, Oyá, o Orixá da mudança. Adesuwa tem a missão de manter a porta fechada entre o Orixá e a humanidade.





Pumzi

Pumzi

Wanuri Kahiu

(21 min., 2009, Kenya, Livre, Digital)

Situado em um mundo pós-apocalíptico em que a escassez de água extinguiu a vida acima do solo, o curta segue a busca de uma cientista na investigação sobre a possibilidade de germinação de sementes para além dos limites da cultura repressiva de Nairobi subterrâneo.





Quintal

Quintal

André Novais Oliveira

(20 min., 2015, Brasil, 16 anos, Digital)

Mais um dia na vida de um casal de idosos da periferia.





Rapsódia para um homem negro

Rapsódia para um homem negro

Gabriel Martins

(24 min., 2015, Brasil, 12 anos, Digital)

Odé é um homem negro. Seu irmão, Luiz, foi espancado até a morte durante um conflito em uma ocupação em Belo Horizonte. O filme utiliza alegorias e simbolismos para contextualizar as relações políticas, raciais, de ancestralidade e urbanização no mais recente cenário social brasileiro.





Robôs de Brixton
(ROBOTS OF BRIXTON)

Robôs de Brixton

Kibwe Tavares

(6 min., 2011, Reino Unido, Livre, Digital)

Brixton se degenerou em uma área habitada pela nova força de trabalho de Londres, composta por robôs construídos e projetados para realizar todas as tarefas que os seres humanos não são mais inclinados a fazer. A população mecânica de Brixton disparou, resultando em crescimento não planejado, rápido e vertical da paisagem humana. O filme acompanha os desafios dos jovens robôs sobreviventes nesse cenário inóspito, vivendo uma existência fadada à pobreza, à desilusão e ao desemprego em massa.





Yansan

Yansan

Carlos Eduardo Nogueira

(18 min., 2006, Brasil, Livre, Digital)

Yansan e Xangô vieram juntos ao mundo no mesmo dia. E eles morrerão juntos no mesmo dia. O mito da deusa da mitologia iorubá, que deu origem às religiões afro-brasileiras, é revisitado com roupagem animé nesta animação.